31 de dezembro de 2016

A Filosofia e o filme MATRIX

Quem assistiu ao primeiro filme da série Matrix, de 1999, há de se lembrar da cena em que o herói, Neo, é levado pelo guia, Morfeu, para ouvir uma mulher a quem chama Oráculo. Essa mulher pergunta a Neo se ele leu o que está escrito sobre a porta de entrada da casa em que acabou de adentrar. Ele diz que não. Então, ela lê para Neo as palavras, explicando-lhe que são de uma língua que não é mais falada no cotidiano, o latim.
O que está escrito? Temet nosce. O que significa? "Conhece-te a ti mesmo." A mensagem para Neo é a de que ele - e somente ele - poderá saber se é ou não aquele que vai livrar o mundo do poder da Matrix. Portanto, somente conhecendo-se a si mesmo ele terá a resposta.
"Conhece-te a ti mesmo"
Poucas pessoas que viram Matrix compreendem exatamente o significado da cena descrita . Ela é a representação ficcional, no futuro, de um acontecimento do passado, ocorrido há 24 séculos.
Na Grécia antiga, por volta do século IV a.C., havia um santuário na cidade de Delfos dedicado a Apolo, deus da luz, da razão e do conhecimento verdadeiro, o patrono da sabedoria. Sobre o portal de entrada desse santuário estava escrita a grande mensagem do deus, ou o principal oráculo de Apolo: "Conhece-te a ti mesmo".  Um ateniense chamado Sócrates, foi ao santuário consultar o oráculo, pois em Atenas muitos lhe diziam que era um sábio e se tal qualidade poderia ser atribuída a ele. O oráculo, que era uma mulher ( a sibila), perguntou-lhe: "O que você sabe?". Ele respondeu: "Só sei que nada sei". Ao que o oráculo disse: "Sócrates é o mais sábio de todos os homens, pois é o único que sabe que não sabe". Sócrates é até hoje considerado o patrono da filosofia.

Neo e a Matrix
Se voltarmos ao filme Matrix, podemos perguntar por que foi feito o paralelo entre Neo e Sócrates. Comecemos pelo nome  das duas personagens masculinas principais: Neo e Morfeu. Esses nomes são gregos. Neo significa 'novo' ou 'renovado' e, quando dito de alguém, significa 'jovem na força e no ardor da juventude'.
Morfeu pertence à mitologia grega: era o nome de um espírito, filho do Sono e da Noite, que possuía asas e era capaz, num único instante, de voar em absoluto silêncio de um extremo a outro do mundo. Esvoaçando sobre um ser humano ou pousando levemente sobre sua cabeça, quando o tocava com uma papoula vermelha, tinha o poder não só de fazê-lo adormecer e sonhar, mas também de aparecer em seu sonho, tomando a forma humana. É dessa maneira que, no filme,  Morfeu se comunica pela primeira vez com Neo, que desperta assustado com o ruído de uma mensagem na tela de seu computador. E, no primeiro encontro de ambos, Morfeu surpreende Neo por sua extrema velocidade, por ser capaz de voar e por parecer saber tudo a respeito desse jovem que não o conhece.
Várias vezes Morfeu pergunta a Neo se este tem a impressão de estar sempre dormindo e sonhando, sem nunca ter certeza de estar realmente desperto. Essa pergunta deixa de ser feita a partir do momento em que, entre uma pílula azul e uma vermelha oferecidas por Morfeu, Neo escolhe ingerir a vermelha (como a papoula da mitologia), que o fará ver a realidade. É Morfeu quem lhe mostra a Matrix, fazendo-o compreender que tinha passado a vida inteira sem saber se estava desperto ou se dormia e sonhava porque, realmente, sempre esteve dormindo e sonhando.
Mas afinal, o que é a Matrix? É o computador gigantesco que escraviza os seres humanos, usando suas mentes para controlar seus sentimentos e pensamentos, fazendo-os crer  que é real o que é aparente. E qual é o seu poder? Usar e controlar a inteligência humana para dominar o mundo, criando uma realidade virtual  na qual todos que a ela estão submetidos acreditam. Como o feitiço que se vira contra o feiticeiro, a Matrix é uma inteligência artificial que destrói a inteligência humana, porque, para se manter, suga a energia gerada pelo sistema nervoso central dos humanos.
Vencer o poder da Matrix é destruir a aparência, restaurar a realidade e assegurar que os seres humanos possam perceber e compreender o mundo verdadeiro e viver realmente nele.
Neo e Sócrates
Por que as personagens do filme afirmam que Neo é "o escolhido"? Por que estão seguras de que ele será capaz de realizar o combate final e vencer a Matrix?
Porque ele era um hacker, isto é, alguém capaz de utilizar seus conhecimentos técnicos em computação para invadir sites e programas, decifrar códigos e mensagens. E também, sobretudo, porque ele era um criador de programas de realidade virtual, um perito capaz de rivalizar com a própria Matrix. Por ter uma capacidade semelhante à da Matrix, Neo sempre desconfiou de que a realidade não era exatamente tal como se apresentava. Sempre teve dúvidas sobre a realidade percebida e, secretamente, questionava o que era a Matrix. Essa interrogação o levou a vasculhar os circuitos internos da máquina (tanto assim que começou a ser perseguido por ela como alguém perigoso), e foram suas incursões secretas que o fizeram ser descoberto por Morfeu.
Por que Sócrates é considerado o "patrono da filosofia"? Porque jamais se contentou com as opiniões estabelecidas com os preconceitos de sua sociedade, com as crenças inquestionadas de seus conterrâneos. Ele costumava dizer que era movido por um espírito interior (como Morfeu instigando Neo) que o levava a desconfiar das aparências e procurar a realidade verdadeira das coisas.
Sócrates andava pelas ruas de Atenas fazendo perguntas aos conterrâneos: "O que é isso que você está dizendo?". "O que é isso que você está fazendo?". Os atenienses achavam, por exemplo, que sabiam o que era justiça. Mas diante das perguntas de Sócrates, ficavam embaraçados e confusos, chegando a conclusão de que não sabiam o que era justiça. Os atenienses acreditavam que sabiam o que era coragem. Com suas perguntas incansáveis, Sócrates os fazia concluir que não sabiam o que era coragem. Os atenienses acreditavam que sabiam o que eram a bondade, a beleza, a verdade, mas um prolongado diálogo com Sócrates os fazia perceber que não sabiam o que era aquilo em que acreditavam.
A pergunta "O que é?" suscitava o questionamento sobre a realidade essencial e profunda de uma coisa para além das aparências. Com essa pergunta, Sócrates levava os atenienses a descobrir a diferença entre parecer e ser, entre mera crença ou opinião e verdade.
Sócrates era filho de uma parteira. Ele dizia que, assim como sua mãe, ele também era um parteiro, mas que ajudava não no nascimento de corpos, e sim de almas. Assim como sua mãe lidava com a matrix corporal, ele lidava com a matrix mental, auxiliando as mentes a libertar-se das aparências e a buscar a verdade.
Como os de Neo, os combates socráticos eram também combates mentais ou de pensamento. E enfureceram os poderosos de Atenas que Sócrates foi condenado a morte, acusado de espalhar dúvidas sobre as ideias e os valores atenienses e, com isso, corromper a juventude.
O paralelo entre Neo e Sócrates não está apenas no fato de que ambos são instigados por "espíritos" que os fazem desconfiar das aparências, nem apenas por ambos consultarem um oráculo e receberem como mensagem "conhece-te a ti mesmo", e nem mesmo porque ambos lidam com matrizes.
Podemos encontrá-lo também ao comparar a trajetória de Neo no interior da Matrix com um dos mais célebres escritos do filósofo Platão, discípulo de Sócrates. Essa passagem encontra-se na obra intitulada A República e é conhecida como O Mito da Caverna.

Significado da palavra oráculo
Esta palavra tem dois significados principais, que aparecem nas expressões "receber um oráculo" e "consultar um oráculo". No primeiro caso, significa 'uma mensagem misteriosa' enviada por um deus como resposta a uma indagação feita por um humano; é uma revelação divina que precisa ser decifrada e interpretada. No segundo, significa 'uma pessoa especial', que recebe a mensagem divina e a transmite para quem enviou a pergunta à divindade, deixando que o interrogante decifre e interprete a resposta recebida. Entre os gregos antigos, essa pessoa especial costumava ser uma mulher e era chamada sibila.

Fonte: CHAUI, Marilena. Iniciação à Filosofia: ensino médio, volume único.
Imagem: Internet.

29 de dezembro de 2016

Questões sobre a atmosfera terrestre

1) Os elementos que formam a atmosfera em sua maioria são:
a) Oxigênio, Gás Carbônico, Argônio e outros elementos em menor quantidade.
b) Nitrogênio, Gás Hélio, partículas de pó e vapor d’água.
c) Nitrogênio, Oxigênio e outros elementos em menor quantidade.
d) Metano, Gás Carbônico e Oxigênio.
e) Nitrogênio e Metano.

2) (UFPA) O clima das cidades tem recebido atenção nos fóruns de discussão sobre meio ambiente. Quanto ao clima urbano, que apresenta característica peculiar decorrente das atividades da sociedade moderna, é correto afirmar:
I. A inversão térmica é um fenômeno que ocorre quando a camada de ar mais fria se situa sob o ar mais quente, ou seja, é mais próxima do solo. Nas grandes cidades, essa situação favorece a concentração de poluentes porque o ar frio funciona como um tampão que impede a dissipação da poluição atmosférica.
II. O fenômeno da ilha de calor, que é muito comum em cidades com elevado grau de urbanização e substituição de áreas verdes pelas construções, promove elevação da temperatura.
III. A concentração de poluentes nas grandes cidades adensa a massa de micropartículas em suspensão e esta estimula o processo de condensação, proporcionando um ressecamento da atmosfera. Dessa maneira, as precipitações nas áreas urbanas costumam registrar índices menores que os do seu entorno.
Está(ão) correta(s) a(s) seguinte(s) afirmativa(s)
a) I, II e III
b) I e II
c) I e III
d) II e III
e) apenas I

3)  (Falm) Existem diferenças entre clima e tempo. O clima é o conjunto de condições meteorológicas de uma região em determinado período. Já o tempo é a combinação passageira dos elementos do clima.
Leia as descrições climáticas abaixo e assinale “T” para TEMPO e “C” para CLIMA.
( ) A frente fria se afasta, mas parte de sua instabilidade ainda permanece sobre o centro-leste do Paraná. Nuvens carregadas provocam chuva desde cedo nestas regiões. Os demais setores paranaenses terão um dia de sol entre muitas nuvens com pancadas de chuva, principalmente à tarde.
( ) Nublado, alguns períodos de melhoria e chuva a qualquer hora do dia.
( ) Temperado, com verão ameno, chuvas uniformemente distribuídas, sem estação seca e a temperatura média do mês mais quente não chega a 22ºC. Precipitação de 1.100 a 2.000 mm. Geadas severas e frequentes, num período médio de ocorrência de dez a 25 dias anualmente.
( ) Com sol forte e poucas nuvens. O ar seco que predomina no Estado ainda desfavorece a formação de áreas de instabilidade. Faz calor à tarde.
( ) Está inserida na região de clima temperado de categoria subquente, com temperatura média oscilando entre 18 e 15ºC no inverno e entre 26 e 24º C no verão. A temperatura média anual é de 20.4ºC. No inverno, a passagem da frente fria é sucedida por ondas de frio das massas polares, que baixam consideravelmente as temperaturas. O mesmo efeito no verão tem ação amenizadora.
a) T, T, C, T, C.
b) C, C, T, C, T.
c) C, T, C, T, C.
d) T, T, T, T, C.
e) C, C, C, T, T.

4) (UNIOESTE)
Sobre o clima mundial, os fatores e os processos que o condicionam, assinale a alternativa INCORRETA.
I. A latitude influencia na distribuição espacial das temperaturas. Dessa forma, quanto maior for latitude, menores serão as temperaturas.
II. A pressão atmosférica varia em função da altitude e da temperatura. Assim, quanto maior for a altitude, menor será a pressão atmosférica e quanto mais alta a temperatura, menor será a pressão.
III. O planeta Terra é aquecido uniformemente, tanto ao longo da sua superfície quanto ao longo do tempo (anos), e isto condiciona a circulação atmosférica com a produção de centros de alta e de baixa pressão, que se alteram continuadamente.
IV. Dependendo das condições locais, a precipitação pode ocorrer na forma de chuva, granizo ou neve e está relacionada, principalmente, à umidade atmosférica.
V. A diferença entre as temperaturas máxima e mínima é maior no interior dos continentes e a continentalidade exerce grande influência sobre essa amplitude térmica.
a) Estão incorretas as afirmativas I, III e V.
b) Estão incorretas as afirmativas II, IV.
c) Estão incorretas as alternativas I, IV e V.
d) Apenas a afirmativa III está incorreta.
e) Todas as afirmativas estão incorretas.

5) A atmosfera terrestre é formada por diversos gases importantes para a vida. É na atmosfera que se desenvolve o clima e o tempo. Sobre o clima é correto afirmar que
a) é o estado momentâneo da atmosfera que influencia todo o Globo.
b) à medida que a altitude aumenta, a temperatura diminui.
c) quando nos afastamos da costa, encontramos amplitudes térmicas menores.
d) as massas de ar influenciam apenas os climas frios, pois, nos climas quentes, elas não conseguem penetrar.
e) quanto menor a latitude, menor é a temperatura em função da baixa umidade.

6) A altitude é um fator que influencia condições ambientais e, por isso, é levada em consideração na prática esportiva. É CORRETO afirmar que o aumento da altitude causa
a) aumento da longitude.
b) diminuição da latitude.
c) aumento da densidade do ar.
d) diminuição da pressão atmosférica.
e) diminuição dos valores de insolação.

7)  (Mack) Observe a tabela e as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.
Temperaturas médias anuais

I. Vitória, cidade portuária, tem sua formação climática apenas constituída pela continentalidade, o que resulta em maiores variações térmicas.
II. As duas cidades apresentam temperaturas médias anuais próximas, típicas de áreas em que se tem o domínio climático tropical úmido.
III. Situadas em latitudes muito próximas, as cidades mencionadas na tabela possuem temperaturas médias distintas devido às diferenças de altitudes.
É correto apenas o que se afirma em:
a) I.
b) I e II.
c) II.
d) III
e) II e III.

8) (UEL) Sobre o “El Niño” é correto afirmar que:
a) É um grande causador de Tsunamis, juntamente com os ciclones no continente asiático.
b) É causado pelo resfriamento das águas do Pacífico.
c) É causado pelo aquecimento anormal das águas do oceano Atlântico norte e sul.
d) É causado pelo aquecimento anormal das águas do oceano Pacífico central e oriental.
e) É causador de Tsunamis e ciclones extratropicais.


9) (UFPR) Na atualidade, algumas regiões do globo estão momentaneamente sob a ação de temperaturas mais elevadas que o normal, como pode ser observado no seguinte texto:
"O aquecimento global é uma perspectiva assustadora que provoca visões de marés altas engolindo cidades à beira-mar, além de outros cataclismos. Mas, para os vitivinicultores, especialmente os das regiões viticultoras de clima historicamente frio, as mudanças climáticas já exercem efeito sobre suas vidas e seus vinhos. 'O aquecimento tem sido péssimo, não há dúvida alguma', disse Johannes Selbach, de Zeltingen, na Alemanha, onde sua família cultiva vinhas desde o século 17 às margens do rio Mosel. 'Veja só a sequência de safras que tivemos. Desde 1988 até este ano, o clima tem sido bem mais quente do que em qualquer outro momento em minha vida'."
(ASIMOV, E. Calor global é bom, ao menos para o vinho. Folha de S. Paulo, 10 ago. 2003.)
Sobre aquecimento global, é incorreto afirmar:
( ) Mudanças na composição atmosférica provocadas pela crescente concentração de gases como o metano e o dióxido de carbono interferem no efeito estufa.
( ) Em princípio, o efeito estufa é um fenômeno natural que mantém o equilíbrio térmico do planeta.
( ) Os EUA, embora sejam o país de maior emissão dos gases que contribuem para uma gradativa elevação das médias térmicas no planeta, negam-se a ratificar o Protocolo de Kioto.
( ) Os grandes centros industriais e os automóveis contribuem maciçamente para o aumento da temperatura da atmosfera e, conseqüentemente, para o aquecimento global.
(x) As chuvas ácidas são apontadas pelos cientistas como uma das causas do aquecimento global.

10) (UFRN) A qualidade do meio ambiente é um dos fatores que interferem na saúde e, portanto, no bem-estar da humanidade. A poluição, por exemplo, deteriora o ambiente, alterando o ar, a água e o solo. Hoje, nos grandes centros urbanos os principais responsáveis pelos elevados índices de poluição atmosférica são:
a) as fábricas e os transportes metroviários.
b) a indústria e os veículos automotores.
c) os veículos automotores e o comércio.
d) o turismo e os resíduos sólidos.
e) os veículos automotores e o gado.

11) A atmosfera vem a ser a camada gasosa que envolve a Terra, acompanhando-a em todos os seus movimentos. Em relação à atmosfera, podemos afirmar:
( ) em face de sua imensa espessura costuma-se dividir a atmosfera em camadas superpostas, entre as quais, as que mais interessam ao estudo do clima são a TROPOSFERA e a ESTRATOSFERA;
( ) é na MESOSFERA que encontramos o gás ozônio (Oƒ), responsável pela filtragem da radiação ultravioleta proveniente do sol;
( ) o gás mais encontrado na atmosfera é o oxigênio (78,07%), seguido do nitrogênio (20,95%) e do argônio (0,03%);
( ) a camada atmosférica mais baixa, em contato direto com a superfície terrestre é a TROPOSFERA, onde a quase totalidade dos fenômenos meteorológicos se originam e evoluem;
( ) o ar atmosférico tem elasticidade, ou seja, aumenta e diminui de volume e peso devido às diferenças de temperatura, dando origem às diferenças de pressão. 

resposta:V F F V V

12) (UDESC/2008) A atmosfera possui três principais camadas: a ionosfera, a estratosfera e a troposfera. Sobre a atmosfera, assinale a alternativa INCORRETA:
a) O ozônio encontra-se na estratosfera.
b) A troposfera é uma camada muito importante, pois é com ela que os habitantes da Terra estão permanentemente em contato; é nela que se formam os ventos, as nuvens e a chuva.
c) O oxigênio existe em menor quantidade nos lugares mais altos. Pode-se, então, dizer que a atmosfera não é homogênea.
d) O ar, ao contrário da terra e da água, não transforma a energia solar em calor. Por isso, os raios solares atravessam a atmosfera sem aquecê-la e incidem sobre a superfície da Terra. Aí o calor é produzido e se irradia pela atmosfera. Por isso, os lugares mais baixos são mais quentes que aqueles que ficam em altitudes mais elevadas.

e) Na troposfera, os gases que predominam são nitrogênio, gás carbônico, oxigênio e gás natural.

13) (ENEM)  A adaptação dos integrantes da seleção brasileira de futebol à altitude de La Paz foi muito comentada em 1995, por ocasião de um torneio, como pode ser lido no seguinte texto:
“A seleção brasileira embarca hoje para La Paz, capital da Bolívia, situada a 3.700 metros de altitude, onde disputará o torneio Interamérica. A adaptação deverá ocorrer em um prazo de 10 dias, aproximadamente. O organismo humano, em atitudes elevadas, necessita desse tempo para se adaptar, evitando-se, assim, risco de um colapso circulatório”.
(Fonte: Placar, edição fev.1995.)
A adaptação da equipe foi necessária principalmente porque a atmosfera de La Paz, quando comparada à das cidades brasileiras, apresenta:
a) menor pressão e menor concentração de oxigênio.
b) maior pressão e maior quantidade de oxigênio.
c) maior pressão e maior concentração de gás carbônico
d) menor pressão e maior temperatura.

e) maior pressão e menor temperatura.

14) (MACKENZIE)
Fonte: Geoatlas, Maria Elena Simielli
Observando o mapa, considere as afirmações I, II e III abaixo.
I. A corrente de Humboldt, no Hemisfério Sul, é muito fria, ocasionando queda da temperatura nas áreas litorâneas, o que favorece o fenômeno da ressurgência e a formação do deserto de Atacama.
II. A corrente da Califórnia é quente, o que colabora com as altas temperaturas nas porções litorâneas, onde aparecem as estepes. É, ainda, responsável também pela formação do deserto da Califórnia.
III. A corrente do Golfo, por ser quente, impede o congelamento do Mar do Norte e ameniza os rigores climáticos do inverno na porção ocidental da Europa.
Dessa forma,
a) apenas I e II estão corretas.
b) apenas II e III estão corretas.
c) apenas I e III estão corretas.
d) apenas I está correta.
e) apenas II está correta.

15) (UNICAMP) O El Niño é um fenômeno atmosférico-oceânico que ocorre no oceano Pacífico Tropical, e que pode afetar o clima regional e global, porque altera padrões de vento em nível mundial. Desse modo, afeta regimes de chuva em regiões tropicais e de latitudes médias. Com o auxílio da figura abaixo, responda às questões:
a) O que acontece com a temperatura das águas do Oceano Pacífico quando ocorre o El Niño? Qual a razão para esse fenômeno ser denominado El Niño?
b) Nos anos em que esse fenômeno ocorre, qual a consequência para a atividade pesqueira do Peru? Qual a alteração do tempo no Nordeste Brasileiro?
Resolução
a) Durante o evento do El Nino as águas superficiais do Oceano Pacífico tornam-se anormalmente mais quentes. O fenômeno recebe este nome porque se inicia próximo ao final do ano, época do Natal, e seria uma referência ao "Menino Jesus".
b) Há uma forte redução na atividade pesqueira no Peru associada ao El Nino e a região Nordeste no Brasil sofre momentos de redução nas precipitações.

Fontes: Geoplaneta, Geofácil, Geo+Geografia, Professor.bio.br, Exercícios Brasil Esco, Fórmula Geo



28 de dezembro de 2016

Quadro síntese as três fases da Revolução Industrial

Trabalhei nos segundos anos do ensino médio com esse quadro comparativo. Eles recebiam a folha em branco e pesquisavam com o material que tinham, como livros e internet.
Esse quadro foi feito a partir de um quadro publicado na assessoria pedagógica do livro Geografia: leituras e interação, de Antonio Luís Joia e Arno Aloísio Goettems.
Se você quiser receber esse quadro por e-mail eu te mando o arquivo onde poderá acrescentar novos dados.

Quadro síntese fases da  Revolução Industrial

Fonte: JOIA, Antonio Luís e GOETTEMS, Arno Aloísio. Geografia: leituras e interação, v. 2.

25 de dezembro de 2016

Questões sobre a Revolução Industrial

Menina operária, suja e descalça, trabalhando numa jornada de quase 11 horas na Nova Inglaterra, em 1910, quando o capitalismo era livre e a organização sindical e as greves eram proibidas.

Questões sobre a Revolução Industrial

1) Sobre a condição de vida dos operários (trabalhadores das fábricas) na época da Revolução Industrial é correto afirmar que:
a) Tinham apenas férias remuneradas como direito trabalhista, podiam se organizar livremente em sindicatos, recebiam salários justos que lhes permitiam viver de forma digna.
b) Eles não tinham direitos trabalhistas, trabalhavam muito e ganhavam pouco, o ambiente de trabalho apresentava péssimas condições.
c) Trabalhavam apenas 5 dias por semana, recebiam vários benefícios trabalhistas, tinham um ambiente de trabalho em boas condições.
d) Recebiam salários baixos, enfrentavam duras jornadas de trabalho, não apresentavam problemas de saúde relacionados ao trabalho.

 2) Leia o texto e, a seguir, aponte a alternativa que se adeque à sua interpretação:
“A máquina a vapor, tornando possível o uso da energia em todos os artifícios mecânicos, em quantidades maiores do que qualquer outra coisa conseguiria realizar no passado, foi a chave para tudo o que ocorreu em seguida, sob o nome de Revolução Industrial. A face do mundo mudou mais drasticamente (e mais rapidamente) do que em qualquer outra época desde a invenção da agricultura, cerca de 10 mil anos antes.” (ASIMOV, I. Cronologia das Ciências e das Descobertas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993, p. 395).
a) O autor acentua o caráter prejudicial da máquina a vapor para a agricultura.
b) Segundo o texto, a máquia a vapor foi decisiva para o advento da Revolução Industrial, já que este foi o primeiro dispositivo tecnológico que realizou uma transformação profunda no âmbito da produção.
c) O autor aponta o caráter negativo da mudança drástica e rápida que a Revolução Industrial provocou no mundo contemporâneo.
d) Segundo o texto, a máquina a vapor era eficiente porque funcionava à base de eletricidade.
e) O texto indica que a agricultura, durante 10.000 anos, impediu que a indústria se desenvolvesse.

3) Leia o texto a seguir:
“O fato marcante da Revolução Industrial foi o de ela ter iniciado uma era de produção em massa para atender às necessidades das massas. Os assalariados já não são mais pessoas trabalhando exaustivamente para proporcionar o bem-estar de outras pessoas; são eles mesmos os maiores consumidores dos produtos que as fábricas produzem. A grande empresa depende do consumo de massa. Em um livre mercado, não há uma só grande empresa que não atenda aos desejos das massas. A própria essência da atividade empresarial capitalista é a de prover para o homem comum. Na qualidade de consumidor, o homem comum é o soberano que, ao comprar ou ao se abster de comprar, decide os rumos da atividade empresarial. ” (MISES, L. Von. Fatos e mitos sobre a Revolução Industrial.)
De acordo com o economista austríaco, L. Von Mises, a importância das massas de trabalhadores assalariados para a consolidação da Revolução Industrial consiste:
a) no fato de terem sido explorados pelos industriais capitalistas que compravam sua força de trabalho e não pagavam o que era proporcional a essa força.
b) no caráter defensivo dos sindicatos que essas massas de trabalhadores formaram nesta época.
c) no caráter inexpressivo do consumo dos trabalhadores, já que a indústria não precisava, na Inglaterra do século XIX, de seu mercado consumidor interno.
d) no fato de ser a própria massa de trabalhadores, que também era o contingente populacional dos grandes centros urbanos, a massa de consumidores que demandavam os produtos industrializados.
e) no fato de o homem comum, apontado no texto, ter ser tornado soberano e instituído um regime político anarquista após a Revolução Industrial.

4) A Primeira Revolução Industrial se desenvolveu principalmente na Inglaterra a partir do século XVIII. Entretanto, a partir do século XIX, a industrialização se expandiu para outros locais que somados aos novos desenvolvimentos tecnológicos caracterizaram a chamada Segunda Revolução Industrial. Quais dos países abaixo não se industrializaram durante a Segunda Revolução Industrial, no século XIX?
a) Portugal.
b) EUA.
c) Alemanha.
d) França.
e) Japão.

5) (Pucsp) Podemos dizer que, na segunda metade do século XIX, iniciou-se a "era do petróleo e da eletricidade". A partir de 1870, principalmente, houve não só uma gigantesca expansão da economia mundial, firmemente sustentada na industrialização de numerosos países, como a aceleração da produção de mercadorias e grande concentração de capitais para investimento.
A respeito dessas transformações, é correto afirmar que
a) marcaram a passagem do sistema de produção artesanal para o sistema de produção fabril, concentrando-se, principalmente, na produção têxtil destinada ao mercado interno.
b) demonstraram o declínio do capitalismo monopolista, com a perda de poder das grandes corporações, e a sua substituição por um sistema de livre concorrência.
c) estão relacionadas à chamada Segunda Revolução Industrial, marcada pela substituição das pequenas unidades fabris por complexos industriais com processos de produção mais sofisticados e pela concentração maciça de capital para os investimentos de base.
d) ficaram restritas à Europa, não chegando a atingir os Estados Unidos, que só se industrializaram a partir do período pós-guerras.
e) tornaram possível prescindir de mercados fornecedores de matérias-primas, em vista das transformações tecnológicas ocorridas, o que fortaleceu o isolamento da Europa.

6)  A Revolução Industrial teve início na Inglaterra em meados do século XVIII. Qual das alternativas abaixo explica o pioneirismo inglês na Revolução Industrial?
a)  Presença de petróleo no território; mão-de-obra em abundância; capital da nobreza para investimentos; presença de grande quantidade de máquinas importadas da França.
b)  Economia baseada no feudalismo, grande quantidade de artesãos; boas reservas de carvão mineral; contatos comerciais com a Índia.
c)  Presença de grandes reservas de carvão mineral e minério de ferro em seu território; mão-de-obra em abundância; capital da burguesia para investimentos em indústrias; mercado consumidor.
d) Grandes investimentos em transporte marítimo; grandes reservas de petróleo; mão-de-obra estrangeira em abundância; relações comerciais com o Brasil.

7) Quais os dois tipos de transportes que foram fundamentais para a Revolução Industrial?
a)  Transporte marítimo (através dos navios a vapor) e transporte ferroviário (locomotivas a vapor).
b) Transporte aéreo (aviões e helicópteros) e transporte ferroviário (locomotivas a vapor).
c)  Transporte marítimo (através dos navios a vapor) e transporte veicular (automóveis e caminhões).
d) Transporte aéreo (aviões e helicópteros) e transporte animal (bois, cavalos, etc).

8) (G1) Analise os seguintes itens:
I - Robotização da produção.
II - Especialização e qualificação da mão-de-obra.
III - Colonização da África e América Latina para suprimento das necessidades de novos mercados e matérias-primas.
IV - Emprego do petróleo e da eletricidade como fontes de energia.
V - Introdução de novos materiais: fibra óptica e cerâmica.
Os itens correspondentes à Terceira Revolução Industrial são apenas
a) I e III.
b) III e IV.
c) I, II e V.
d) II, IV e V.

9) (Puc-rio) A Terceira Revolução Industrial, que vem se realizando nas últimas décadas do século XX, introduziu importantes alterações no sistema produtivo. Assinale a alternativa que NÃO indica corretamente uma dessas mudanças.
a) Transmissão instantânea das informações e formação de redes - telecomunicações.
b) Realização de cálculos complexos em tempo cada vez menor - informática.
c) Mudança no padrão energético - energia nuclear.
d) Aceleração do tempo e aumento da capacidade de deslocamento de carga - transportes mais eficientes.
e) Surgimento de novos materiais e adoção de novas técnicas - siderurgia.

10) O setor industrial tem se modernizado, utilizando tecnologias cada vez mais sofisticadas, como robôs e equipamentos de grande precisão. No entanto, alguns seguimentos da indústria não possuem grandes aparatos tecnológicos. Marque a alternativa que corresponde ao tipo de indústria que utiliza pouca tecnologia no processo de produção.
a) Indústria moderna
b) Indústria de ponta
c) Indústria tradicional
d) Indústria de bens de consumo
e) Indústria de bens intermediários

11) (UEMA) São indústrias de ponta na terceira Revolução Industrial:
a) metalúrgica – construção civil – naval.
b) petroquímica – automobilística – siderúrgica.
c) elétrica – eletrônica – têxtil.
d) informática – microeletrônica – biotecnológica.
e) alimentícia – de bebidas finas – de cosméticos.

12) (Unirio) - RJ) Desde o seu advento até os dias de hoje, a atividade industrial passou por várias transformações e teve várias etapas ou fases. São características da Segunda Revolução Industrial a(o):
a) liderança dos Estados Unidos, o petróleo como principal fonte de energia e a indústria automobilística.
b) liderança inglesa, o predomínio da máquina a vapor e as indústrias têxteis.
c) disputa pela liderança entre Japão, Estados Unidos e Europa Ocidental, a robótica, a informática e a biotecnologia.
d) dispersão espacial da indústria e a utilização de várias fontes de energia como a nuclear, a solar e a eólica.
e) uso do carvão mineral como principal fonte de energia, o Taylorismo e o Fordismo.

13) (UNIOESTE) É possível indicar a indústria como um dos principais agentes de produção do espaço geográfico. Sobre o processo de desenvolvimento das indústrias, assinale a alternativa INCORRETA.
a) A Primeira Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra, representou um momento importante, no qual foi intensificada a mecanização e foi introduzida a produção em série.
b) A localização das novas regiões industriais, chamadas de tecnopolos, não é definida pela proximidade das matérias-primas, e sim pela proximidade de importantes centros de pesquisa e ensino universitários.
c) A passagem da Primeira para a Segunda Revolução Industrial foi o marco da introdução do petróleo enquanto principal fonte de energia e do desenvolvimento da indústria automobilística.
d) A Terceira Revolução Industrial é também chamada de revolução técnico-científica e é marcada pelo desenvolvimento da informática, robótica, telecomunicações e microeletrônica, tendo se iniciado, entre outros países, no Japão.
e) A industrialização tardia é característica dos países desenvolvidos, entre eles os EUA e a Inglaterra, que se destacaram no século XX como grandes potências mundiais.

Fonte: Exercícios Mundo Educação, tudo SIM é História, Old Picz, Planeta Educação, O Historiador, Chá com bolachas...(Condições e Modos de Vida do Operariado Inglês da Primeira Revolução Industrial (1780 - 1840).

24 de dezembro de 2016

Questões sobre o Renascimento

1. Como podemos conceituar o movimento que ficou conhecido como Revolução Renascentista:
a) O renascimento foi uma revolução cultural que não influenciou as artes, a cultura e a filosofia.
b) O renascimento foi um movimento nacional que se restringiu a península itálica.
c) O renascimento se caracteriza por ser financiado pelos mecenas.
d) O renascimento foi uma revolução cultural que teve inicio na península itálica, esse movimento influenciou as artes, a ciências e a filosofia.

2. A época renascentista também apresentou importante desenvolvimento no campo das ciências. Alguns personagens foram responsáveis diretamente por impulsionar tais conhecimentos:
a) Miguel de Servet, Willian Harvey, Nicola Copérnico, Johannes Kepler.
b) Miguel de Servet, Willian Harvey, Johannes Kepler, Galileu Galilei.
c) Willian Harvey, Nicola Copérnico, Johannes Kepler, Galileu Galilei.
d) Miguel de Servet, Willian Harvey, Nicola Copérnico, Johannes Kepler, Galileu Galilei.

3. Com relação ao Renascimento, marque o que for correto.
I - Era um movimento cultural, essencialmente teocêntrico e religioso
II - Foi um movimento cultural ,que recuperou aspectos artísticos da cultura clássica e incorporou valores humanistas
III - Foi um movimento cultural que nasceu no campo e era tipicamente religioso .
IV - Foi um movimento tipicamente urbano, tendo nascido em meio a burguesia , nas grandes cidades e era antropocêntrico .
V - Recebeu esse título ao movimento cultural dos séculos XV e XVI, a partir da idéia equivocada de que a Idade Média foi um período de obscurantismo cultural .
Estão corretas:
a) I, II e III. 
b) II, IV e V.
c) I, IV e V.
d) Todas estão corretas.
e) Todas estão incorretas.

4- Sabemos que uma das principais característica do Renascimento é o Humanismo.Nesse sentido é incorreto afirmar :  
a  O Humanismo valorizou simplesmente a capacidade de o ser humano fazer escolhas livremente,sem apelar par o sobrenatural.
b  O Humanismo coloca o ser humano  como centro das preocupações e indagações dos pensadores
c  O propósito do humanismo era desenvolver no homem o espírito crítico e a confiança em si mesmo.
d  Os  humanistas defendiam o antropocentrismo.
e  Todas as alternativas estão incorretas.

5. Na pintura renascentista o artista tenta reproduzir os seres exatamente como eles são ou seja dando maior realismo a abra ..Isso deveu-se :-:
a.  A delicadeza dos detalhes
b. Ao uso da perspectiva e do claro escuro ( sfumato)
c.  A totalidades claras e luminosas
d.  Ao sfumato e a totalidade
e. Ao uso da perspectiva e claras luminosas.

6. Artista italiano nomeado pintor oficial da corte em 1533 pelo rei Carlos V, no qual uma de suas pinturas é
a. Leonardo da Vinci                                        
b. Sandro Botticelli
c. Ticiano
d. Rafael Sanzio
e. Michelangelo

7. Os motivos que fizeram da Itália o berço do Renascimento foram :
a. A sensibilidade dos artistas italianos e o desenvolvimento marítimo da região
b. A centralização do poder político e o mecenato.
c. A ausência do controle da Igreja sobre as artes e a riqueza comercial das cidades italianas
d. O controle do comércio de especiarias pelas cidades da Península Itálica . A burguesia local e o fato da região ter sido um dos centros da cultura clássica na Antiguidade.
e. Todas as alternativas acima foram motivos que fizeram da Itália o berço do Renascimento.

8. Qual das alternativas abaixo apresenta características do Renascimento Cultural?
a. Teocentrismo; valorização da cultura egípcia; valorização da religião; estética fora da realidade.
b. Geocentrismo; valorização apenas de temas religiosos; influência do misticismo; estética monocromática.
c. Temas não relacionados com a realidade; pobreza de cores nas pinturas; Teocentrismo; valorização de temas abstratos.
d. Antropocentrismo; valorização da cultura greco-romana; valorização da Ciência e da razão; busca do conhecimento em várias áreas.

9. Na Itália Renascentista quem eram os mecenas?
a. Governantes que atuavam como artistas, fazendo esculturas e pinturas.
b. Pintores que ajudavam financeiramente os burgueses da época.
c. Burgueses e governantes que protegiam e patrocinavam financeiramente os artistas renascentistas.
d. Religiosos que perseguiam os artistas que faziam obras de arte que criticavam os fundamentos da Igreja Católica.

10. ( Enem) (...) Depois de longas investigações, convenci-me por fim de que o Sol é uma estrela fixa rodeada de planetas que giram em volta dela e de que ela é o centro e a chama. Que, além dos planetas principais, há outros de segunda ordem que circulam primeiro como satélites em redor dos planetas principais e com estes em redor do Sol. (...) Não duvido de que os matemáticos sejam da minha opinião, se quiserem dar-se ao trabalho de tomar conhecimento, não superficialmente, mas duma maneira aprofundada, das demonstrações que darei nesta obra. Se alguns homens ligeiros e ignorantes quiserem cometer contra mim o abuso de invocar alguns passos da Escritura (sagrada), a que torçam o sentido, desprezarei os seus ataques: as verdades matemáticas não devem ser julgadas senão por matemáticos. (COPÉRNICO, N. De Revolutionibus orbium caelestium)
 Aqueles que se entregam à prática sem ciência são como o navegador que embarca em um navio sem leme nem bússola. Sempre a prática deve fundamentar-se em boa teoria. Antes de fazer de um caso uma regra geral, experimente-o duas ou três vezes e verifique se as experiências produzem os mesmos efeitos. Nenhuma investigação humana pode se considerar verdadeira ciência se não passa por demonstrações matemáticas. (VINCI, Leonardo da. Carnets)
O aspecto a ser ressaltado em ambos os textos para exemplificar o racionalismo moderno é
a) a fé como guia das descobertas.
b) o senso crítico para se chegar a Deus.
c) a limitação da ciência pelos princípios bíblicos.
d) a importância da experiência e da observação.
e) o princípio da autoridade e da tradição.

11. (Uneb-BA) Leia atentamente os relatos a seguir:
"O pintor que trabalha rotineira e apressadamente, sem compreender as coisas, é como o espelho que absorve tudo o que encontra diante de si, sem tomar conhecimento".
“Experiência, mãe de toda a certeza”
“Só o pintor universal tem valor”
São trechos de Leonardo da Vinci, personagem destacada do Renascimento. Neles, o autor exalta compreensão, experiência, universalismo, valores que marcaram o:
a) Teocentrismo, como princípio básico do pensamento moderno.
b) Epicurismo, em alusão aos princípios dominantes na Idade Média.
c) Humanismo, como postura ideológica que configurou a transição para a Idade Moderna.
d) Confucionismo, por sua marcada oposição ao conjunto dos conhecimentos orientais.
e) Escolasticismo, dado que admitia a fé como única fonte de conhecimento.

12. (Uff 2007) O quadro de Leonardo da Vinci revela uma das facetas do grande artista do Renascimento que durante a vida transformou sua experiência de mundo em arte, sempre pronto a inovar.
Essa criatividade levou Leonardo da Vinci a ser conhecido como um homem que
a) transformou a arte da escultura ao expressar através dela a grandeza da vida espiritual.
b) abdicou de sua riqueza para se dedicar à pintura de personagens da Corte de Florença.
c) se envolveu com a natureza, com a sociedade e com todos os ramos de artes, de modo tão intenso que passou a ser conhecido como um artista-cientista.
d) se dedicou às artes e às ciências através da teoria do direito divino, aplicada nos seus exercícios de anatomia.
e) participou de várias sociedades secretas que tinham por objetivo reescrever os textos bíblicos com o intuito de apresentar a verdadeira face de Jesus. 

13. (Espcex (Aman) As transformações culturais ocorridas na Europa dos séculos XIV a XVI ficaram conhecidas como Renascimento. Foram características deste movimento:
a) Misticismo e tentativas de reinterpretar o cristianismo.
b) Teocentrismo e recuperação de línguas clássicas (latim e grego).
c) Individualismo e utilização de novos recursos como a perspectiva no desenho e na pintura.
d) Racionalismo e críticas ao período conhecido como Antiguidade Clássica.
e) Antropocentrismo e rejeição de temas religiosas nas produções artísticas.


14.  Sobre o Renascimento, pode-se afirmar:
a) pode ser visto como uma revolução religiosa, resultado das profundas transformações que ocorreram na transição entre o feudalismo e o capitalismo;
b) Florença e Roma, Pequim e Bagdá foram centros de irradiação do movimento renascentista;
c) o Renascimento valorizava o anonimato e fortalecia o sentimento nacionalista;
d) o Renascimento foi um movimento artístico, literário e científico defensor do humanismo, baseado no antropocentrismo e no espírito crítico em oposição ao teocentrismo;
e) o Renascimento fez renovar toda tradição islâmica da península Ibérica reprimida pelas Cruzadas.

15. Os séculos XV e XVI foram marcados pelo auge do Renascimento Cultural na Itália. Esse movimento cultural teve por características:
(01) inspiração crítica nos valores e ideais da Antiguidade Clássica.
(02) defesa de uma reforma educacional, valorizando o estudo das "humanidades".
(04) descrença em relação às potencialidades da ciência e da razão.
(08) interpretação da vida baseada em uma visão antropocêntrica do mundo. (16) valorização dos ideais místicos e geocêntricos da "Idade das Trevas".
Soma (11)

16.  A atividade crítica foi uma das características mais notáveis do humanismo do Renascimento. Nesse sentido, podemos afirmar que os humanistas:
a) estavam mais atentos aos aspectos de continuidade e permanência do que aos de modificação e variação da natureza e da sociedade.
b) defendiam os valores da lgreja e da cultura medieval à semelhança dos teólogos tradicionais.
c) dedicavam-se à crítica da cultura tradicional e à elaboração de um novo código de valores e de comportamentos.
d) formavam um grupo de eruditos voltados, exclusivamente, para a renovação dos estudos universitários..


Fonte: Scribd, Blog da Professora Socorro Macedo, Sua Pesquisa, Exercícios Brasil Escola, Questões de Concursos, Vestibulares e Notícias de Concursos em Aberto, tudo SIM é história!!!

22 de dezembro de 2016

Questões sobre estratificação e desigualdades sociais

1- (UEM) Considerando o debate sociológico sobre o tema das “desigualdades sociais” no Brasil, assinale o que for correto. 
01) O desemprego é uma condição de vida experimentada por muitos indivíduos na atualidade. Ele é analisado pelas teorias sociológicas como uma “questão social”, podendo ser um fenômeno que envolve diversos elementos estruturais de uma ou de várias sociedades. 
02) O aumento significativo do número de divórcios é resultado dos problemas que afetam os indivíduos em particular, destruindo lares e famílias, exigindo soluções específicas para cada pessoa. 04) As desigualdades socioeconômicas entre brancos e negros são explicadas pelo sentimento de inferioridade que os negros, historicamente, cultivaram, não tendo relação com o regime de produção baseado na monocultura, no latifúndio e na escravidão. 
08) Os negros integram o grupo social que permanece por menos tempo na escola. A implantação de políticas públicas que tenham como meta sua inclusão no sistema formal de ensino integra, na atualidade, o grupo das ações afirmativas, discutidas pelas instituições de ensino superior. 
16) O desemprego, o divórcio e as desigualdades socioeconômicas entre negros e brancos podem ser analisadas como “questões sociais” que produzem efeitos perversos exclusivamente nas classes sociais menos favorecidas.
Soma: 01+08= 9

2- (UEM) Sobre a formação das classes sociais no Brasil, no período de transição do trabalho escravo para o livre, assinale o que for correto.
 01) A produção do café para exportação contou com o emprego de uma mão-de-obra livre, a dos colonos, mas não necessariamente assalariada. 
02) A expansão da cafeicultura estimulou o crescimento de cidades como São Paulo, que demandavam alimentos ofertados, principalmente, pelas lavouras dos colonos, trabalhadores livres que, paulatinamente, substituíram o trabalho escravo. 
04) Durante o período em que vigorou a escravidão, o mercado consumidor de produtos localmente manufaturados era grande, tornando possível identificar uma produção industrial intensa e, portanto, uma classe operária constituída. 
08) Nos cafezais em formação, o colono tinha permissão para cultivar alimentos entre os pés de café, sendo essa prática uma das principais características do regime de colonato, um estágio tido como transitório pelo colono e por sua família. 
16) A construção acelerada das estradas de ferro nas últimas décadas do século XIX, a elevação de tarifas aduaneiras e a substituição do trabalho escravo pelo trabalho livre foram medidas que inviabilizaram um modelo de desenvolvimento econômico que conduziria à consolidação de duas classes sociais no Brasil: a burguesia e o proletariado.
Soma= 01+02+08= 11


3- (UEL) Na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) foi implantado, no exame vestibular, o sistema de cotas raciais, que desencadeou uma série de discussões sobre a validade de tal medida, bem como sobre a existência ou não do racismo no Brasil, tema que permanece como uma das grandes questões das Ciências Sociais no país. Roger Bastide e Florestan Fernandes, escrevendo sobre a escravidão, revelam traços essenciais do racismo à brasileira, observando que: “Negro equivalia a indivíduo privado de autonomia e liberdade; escravo correspondia (em particular do século XVIII em diante) a indivíduo de cor. Daí a dupla proibição, que pesava sobre o negro e o mulato: o acesso a papéis sociais que pressupunham regalias e direitos lhes era simultaneamente vedado pela ‘condição social’ e pela ‘cor’.” (BASTIDE, R.; FERNANDES, F. Brancos e negros em São Paulo. 2.ed. São Paulo: Nacional, 1959. p. 113-114.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre a questão racial no Brasil, é correto afirmar: 
a) O racismo é produto de ações sociais isoladas desconectadas dos conflitos ocorridos entre os grupos étnicos. 
b) A escravatura amena e a democracia nas relações étnicas levaram à elaboração de um ‘racismo brando’. 
c) As oportunidades sociais estão abertas a todos que se esforçam e independem da ‘cor’ do indivíduo. 
d) Nas relações sociais a ‘cor’ da pessoa é tomada como símbolo da posição social. 
e) O comportamento racista vai deixando de existir, paulatinamente, a partir da abolição dos escravos.

4. (Upe-ssa 2 2016) Observe a charge a seguir:
A estrutura social é um tema presente nos estudos sociológicos. Com base na charge, é CORRETO afirmar que
a) a desigualdade social fundamenta-se na habitação, pois a obtenção de outros elementos de sobrevivência depende, exclusivamente, dos indivíduos.   
b) os movimentos sociais funcionam como mecanismos que incentivam a criação de espaços sociais, a exemplo do apresentado na charge.   
c) a estratificação da sociedade brasileira é dividida em classes sociais, que são determinadas por condições econômicas e sociais de vida.   
d) o morador de uma das casas da charge compara sua residência com a de uma classe social superior. Esse fato o deixa satisfeito com sua condição social.   
e) a classe média no Brasil é caracterizada por possuir grande acúmulo de dinheiro que a torna uma estrutura social frágil, se comparada a outras organizações sociais.   

5. (Ufub) De acordo com a teoria de Marx, a desigualdade social explica-se:

a) Pela distribuição da riqueza de acordo com o esforço de cada um no desempenho de seu trabalho.

b) Pela divisão da sociedade em classes sociais, decorrente da separação entre proprietários e não proprietários dos meios de produção.

c) Pelas diferenças de inteligência e habilidade inatas dos indivíduos, determinadas biologicamente.
d) Pela apropriação das condições de trabalho pelos homens mais capazes em contextos históricos, marcados pela igualdade de oportunidades.

6. (Unicentro) Em relação ao sistema de castas de uma sociedade, assinale a alternativa correta.
a) Existe mobilidade social dentro de uma sociedade de castas.
b) A exogamia faz parte dos casamentos realizados em sociedades de castas.
c) Não existe mobilidade social dentro de uma sociedade de casta.
d) Dentro de um sistema de castas não é importante a hereditariedade.
e) Em um sistema de casta não existe a divisão entre castas superiores e inferiores.

7. (UEL) Contardo Calligaris publicou um artigo em que aborda a prática social brasileira de denominar como doutores os indivíduos pertencentes a algumas profissões, dentre eles médicos, engenheiros e advogados, mesmo na ausência da titulação acadêmica. Segundo o autor, estes mesmos profissionais não se apresentam como doutores no encontro com seus pares, mas apenas diante de indivíduos de segmentos sociais considerados subalternos, o que indica uma tentativa de intimidação social, servindo para estabelecer uma distância social, lembrando a sociedade de castas. A questão levantada por Contardo Calligaris aborda aspectos relacionados à estratificação social, estudada, entre outros, pelo sociólogo alemão Max Weber.
De acordo com as ideias weberianas sobre o tema, é correto afirmar:
a) As sociedades ocidentais modernas produzem uma estratificação social multidimensional, articulando critérios de renda,status e poder.
b) Médicos, engenheiros e advogados são designados de doutores porque suas profissões beneficiam mais a sociedade que as demais.
c) A titulação acadêmica objetiva a intimidação social e a demarcação de hierarquias que culminem em uma sociedade de castas.
d) A intimidação social perante os subalternos expressa a materialização das castas nas sociedades modernas ocidentais.
e) Nas sociedades modernas ocidentais, a diversidade das origens, das funções sociais e das condições econômicas são critérios anacrônicos de estratificação.

8. (UEM) Em termos sociológicos, assinale o que não for correto sobre o conceito de classes sociais.
a) Sua utilização visa explicar as formas pelas quais as desigualdades se estruturam e se reproduzem nas sociedades.
b) De acordo com Karl Marx, as relações entre as classes sociais transformam-se ao longo da história conforme a dinâmica dos modos de produção.
c) As classes sociais, para Marx, definem-se, sobretudo, pelas relações de cooperação que se desenvolvem entre os diversos grupos envolvidos no sistema produtivo.
d) A formação de uma classe social, como os proletários, só se realiza na sua relação com a classe opositora, no caso do exemplo, a burguesia.
e) A afirmação “a história da humanidade é a história das lutas de classes” expressa a ideia de que as transformações sociais estão profundamente associadas às contradições existentes entre as classes.

 9. (UEL) De acordo com Octavio Ianni: “Para melhor compreender o processo de estratificação social, enquanto processo estrutural, convém partirmos do princípio. Isto é, precisamos compreender que a maneira pela qual se estratifica uma sociedade depende da maneira pela qual os homens se reproduzem socialmente”. Fonte: IANNI, O. Estrutura e História. In IANNI, Octavio (org). Teorias da Estratificação Social: leitura de sociologia. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1978, p. 11.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre estratificação social, considere as afirmativas a seguir:
I. Os estamentos são formas de estratificação baseadas em categorias socioculturais como tradição, linhagem, vassalagem, honra e cavalheirismo.
II. As classes sociais são formas de estratificação baseadas em renda, religião, raça e hereditariedade.
III. As mudanças sociais estruturais ocorrem quando há mudanças significativas na organização da produção e na divisão social do trabalho.
IV. As castas são formas de estratificação social baseadas na propriedade dos meios de produção e da força de trabalho.
A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) I, II e IV
e) II, III e IV

10. (Unimontes) “Quando os recursos importantes para uma sociedade são distribuídos desigualmente e quando, como consequência, as pessoas ou grupos de pessoas podem ser classificadas(os) em razão de suas parcelas de recursos, que definem suas diferenças, dizemos que existe um sistema de estratificação social. Existem diversos sistemas de estratificação social em diferentes sociedades.”
(TURNER, J.H. Sociologia – Conceitos e aplicações)
As estruturas sociais, nas sociedades modernas, apresentam como características, exceto
a)Cada indivíduo está encaixado num grupo ou organização social, tendo os seus pensamentos, sentimentos e ações extremamente ilimitados em relação à cultura do grupo ou organização.
b)Existem grupos compostos de cadeias relativamente pequenas de pessoas em contato face a face, ou ainda de grande número de indivíduos com acesso diferenciado a algum recurso.
c)Há organizações sociais e estruturas institucionais combinadas, com complexos princípios voltados para o atendimento das necessidades básicas da existência humana como, por exemplo, a riqueza, o poder e o prestígio.
d)A vida social é um constante movimento nas estruturas sociais, uma teia de partições e engrenagens que definem as relações sociais entre pessoas e grupos na sociedade.

11 - (UEL) Leia o texto a seguir:
Unamo-nos para defender os fracos da opressão, conter os ambiciosos e assegurar a cada um a posse daquilo que lhe pertence, instituamos regulamentos de justiça e de paz, aos quais todos sejam obrigados a conformar-se, que não abram exceção para ninguém e que, submetendo igualmente a deveres mútuos o poderoso e o fraco, reparem de certo modo os caprichos da fortuna. (ROUSSEAU, J-J. Discours sur l’origine de l’inegalité. Apud NASCIMENTO, M. M. Rousseau: da servidão à liberdade. In WEFORT, F.
(Org). Os clássicos da política, v. 1. São Paulo: Ática, 1989. P. 195.).
De acordo com o texto e com os conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que reproduz a relação que Rousseau estabelece entre as ideias de Contrato Social e Desigualdade.
a) O Contrato Social, uma imposição do soberano sobre seus súditos, elimina a liberdade natural e faz aumentar a fortuna dos fortes e opressão sobre os fracos.
b) O Contrato Social, obrigações impostas pelos fortes para serem cumpridas pelos mais fracos, amplia a desigualdade e a discórdia social.
c) O Contrato Social, regulamento aplicado a todos, divide igualmente a riqueza e as posses dos fortes entre os mais fracos para poder promover a igualdade social.
d) O Contrato Social, um pacto legítimo, permite aos homens, em troca de sua liberdade natural, a vida em concórdia, ao estabelecer obrigações comuns a todos e equiparar as diferenças que a sorte fez favorecer a uns e não a outros.
e) O Contrato social, um pacto de defesa dos mais fracos, elimina a desigualdade, ao submeter os ricos ao poder dos fracos e assim permite que as posses sejam igualmente distribuídas.

12. O Brasil é um país subdesenvolvido e que ainda possui uma significativa quantidade de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza. Sobre os fatores que contribuem para a construção e permanência da pobreza no Brasil, assinale a alternativa incorreta:
a) A pobreza no Brasil não é causada por um episódio único, sendo resultado de uma série de fatores históricos, sociais, conjunturais e políticos.
b) O tipo de colonização ao qual o Brasil foi submetido no passado exerce influência até os dias atuais na distribuição da riqueza no país.
c) Fatores históricos possuem influência insignificante na expressiva quantidade de pessoas que vivem na pobreza no Brasil. O principal fator reside em uma tradição cultural de desvalorização do trabalho. A maior parte dessas pessoas opta por não trabalhar, por comodismo ou escolha.
d) O desenvolvimento tardio do país configura-se como uma das causas do quadro de pobreza brasileiro.
e) A histórica dependência econômica que nosso país tem em relação às nações desenvolvidas e organismos financeiros internacionais agrava ainda mais a desigualdade social e a pobreza existentes no Brasil.

Fonte: Contextos Históricos, Portal do Vestibulando, Exercícios Brasil Escola, Desconversa, Sociologia: Textos e Provas, Exercícios Mundo Educação

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...